Cláudio Coelho: “Estava ansioso por regressar às mesas”

Cláudio Coelho
Regular no CNP. / Gema Cristóbal

Estivemos à conversa com Cláudio Coelho durante o CNP Bilbau, onde demonstrou a sua felicidade de regressar às mesas de poker e de fazer aquilo que mais gosta.

Cláudio Coelho pt apareceu na ribalta do poker nacional nos finais de 2009. Altura em que o jogador de poker do Porto foi jogar o prestigiado Main Event do European Poker Tour em Vilamoura.

Até então pouco conhecido nas mesas de poker, conseguiu a proeza de chegar à mesa final do evento onde recebeu €23,426, o maior prémio até hoje. Esse torneio viria a ser ganho por outro português, de seu nome António Matias, o primeiro jogador luso a vencer uma etapa do EPT em Portugal.

A partir daí as coisas nunca mais foram as mesmas para Cláudio, que começou a acumular prémios nos mais variados torneios de poker nacionais e também internacionais. O destaque vai para as 4 vitórias em Etapas do Solverde Poker Season e uma vitória numa etapa do antigo Casino Poker Series, no Estoril.

Já fora de portas, Cláudio conta com um terceiro lugar no CNP Tanger em 2016 que lhe valeu $10,104. Depois disto ainda conta com alguns ITMs em Marrocos até que entrou no programa de televisão portuguesa Casa dos Segredos 6.

Cláudio ficou quase seis meses fora das mesas e depois da sua participação na Casa dos Segredos 6 e no Love On Top 4, onde foi vencedor, regressou para participar no World Series of Poker Circuit no Casino Estoril.

A PokerListings conseguiu chegar à conversa com o jogador em Espanha, durante uma etapa do Campeonato Nacional de Poker (CNP) em Bilbau e realizamos uma pequena entrevista.

Cláudio vai a Las Vegas
Foto: Gema Cristobal

PokerListings: Estiveste no WSOP Circuit no Estoril, Italian Poker Open em Itália e agora o CNP em Espanha. Isto significa que estás de regresso ao Poker depois da tua passagem pela televisão? E a fazer o que mais gostas?

Cláudio Coelho: Sim, sem dúvida. Estava ansioso por voltar às mesas e com muita vontade de jogar poker. Felizmente este mês e no próximo temos vários torneios. O CNP em Espanha é um circuito que sempre gostei de jogar. Mesmo antes de entrar na televisão, já participava neste circuito. Agora quero jogar com mais frequência e recuperar o tempo perdido na televisão, aproveitar, jogar e conhecer esta gente nova que chegou ao poker. Eu estive 3, 4 meses ausente e agora chego e vejo muitas caras novas. Quero recolher informação o mais rápido possível, tentar ter o máximo de conhecimento. E tentar em breve fazer um grande resultado.

Mas sim, voltando à pergunta, jogar poker é o que mais gosto de fazer. Felizmente tive uma curta paragem para ir para a televisão, mas estou de regresso e venho com muita vontade de jogar e fazer o que melhor sei, que é jogar poker.

PokerListings: Falando nos torneios mais recentes, conseguiste um ITM no Estoril mais um ITM em Itália no Main Event do IPO. Acabaste por vencer um side event do IPO. Isto dá-te boas perspectivas para um 2017 cheio de sucessos no poker?

Cláudio Coelho: Felizmente tenho tido o prazer de conseguir bons resultados a jogar poker. Obviamente, depois deste tempo em que estive ausente, entrar com o pé direito como foi o caso, tem um sabor especial. Porque sei aquilo que gosto de fazer, que é jogar poker. Por vezes quando nos ausentamos durante algum tempo, faz-nos bem. Infelizmente tive muito azar no Italian Poker Open. Terminei em 31º e tive mesmo muito azar. Fui jogar o side event e consegui sair com a vitória. Como eu já disse, temos muitos torneios para jogar no futuro próximo. Mesmo aqui em Espanha, existem muitos torneios como o CNP, o Golden Poker Series entre outros. Que são torneios com um buy-in mediano e que têm muito valor.

PokerListings: Que torneios esperas jogar mais este ano em Portugal e, já agora fora de portas? WSOP em Las Vegas este ano é uma hipótese?

Cláudio Coelho: Quero ir a Las Vegas no final do mês e por isso estou a aproveitar para participar nestes torneios em Espanha e nestes circuitos porque têm um field maior. O CNP, o Golden Poker Series, e o IPO que já joguei, foram uma preparação para Las Vegas. Vou para lá no dia 22 de Junho. Ainda não sei se vou jogar o Main Event das WSOP, mas tenho 3 ou 4 satélites para participar e outros torneios diários em que quero entrar. Ir a Las Vegas é uma certeza, já está marcado no calendário. Vou à capital do poker e tentar trazer de lá bons resultados.

PokerListings: Tens perspectivas de participares no Battle of Malta em Novembro?

Cláudio Coelho: Penso que é uma boa hipótese. Ainda falta muito tempo e eu costumo prever e marcar os torneios que vou jogar mensalmente. Ainda falta algum tempo, mas é sem dúvida uma hipótese. Já estive em Malta uma vez. Gostei muito field do torneio em que participei. Malta é um país muito bonito. Este é um circuito novo para mim e eu gosto de novas experiências. Sim, talvez vá a Malta jogar o Battle of Malta.

PokerListings: Fazes parte da 5Diamond Poker Team, juntamente com Nuno Andrade, Jay Santos e Bernardo Neves. Quando entrevistámos o Nuno Andrade, ele falou-nos que a equipa estava em “stand by”. Ainda continua assim? Já arranjaram novo membro para a equipa?

Cláudio Coelho em Bilbao
Faz parte da 5Diamond Poker Team. / Gema Cristóbal

Cláudio Coelho: Neste momento a situação da equipa já não está em “stand by”. Já começámos à procura de um novo membro para a equipa. Eu estive ausente e agora que voltei a equipa já está reunida. Estamos à procura de um novo elemento que muito provavelmente não será português. Temos 3 hipóteses em vista, dois deles são espanhóis, um é português. Vamos ver como as coisas se desenrolam, mas em princípio esse membro não será português. Ainda nada está concreto nem definido. Vamos aguardar. A equipa está de volta e queremos ter bons resultados brevemente.

PokerListings: Fala-nos da tua experiência dentro da equipa com os teus colegas e quais os objectivos da equipa para este ano? Vão jogar o torneio por equipas nas Golden Poker Series em Madrid. Mais algum torneio na agenda?

Cláudio Coelho: As expectativas são bastante elevadas. Além de sermos uma equipa, somos uma família. Gostamos muito de estarmos juntos nestas digressões de poker, tanto em Portugal como fora do país. Somos muito unidos. É sempre bom evoluir tendo pessoas de que gostamos por perto. Vamos ter a oportunidade de estarmos todos juntos agora no Golden Poker Series em Madrid. Depois vamos a Rozvadov e para já é tudo. Estamos ainda um pouco parados porque nos falta um elemento, mas vai ficar resolvido durante este mês. Depois disso todos os torneios destes limites, tanto em Espanha como em Portugal, em princípio, vamos estar presentes porque é aquilo que mais gostamos de fazer.

PokerListings: Achas que a tua passagem pela Casa dos Segredos e Love on Top4 foi um contributo positivo para a forma como as pessoas encaram o Poker?

Cláudio Coelho: Na Casa dos Segredos 6 ficou um pouco a desejar. Entrei com muita vontade e dei de mais ao jogo e pensei pouco em mim. Penso que deixei-me influenciar, deixei-me levar pelo jogo e não foi assim uma passagem tão positiva. Mas tive oportunidade de participar no Love on Top4 e aí sim, as coisas correram pelo melhor. Andei muito perto da imagem da pessoa que sou. Daquilo que o poker pode tornar-me fora das mesas. Ter a inteligência de pensar dois passos à frente. Pensar logo no dia seguinte. Tentar conduzir o jogo a meu favor. Foi isso que aconteceu no Love On Top4, fui inteligente, pensei mais no jogo, fui ponderado e acabei por vencer o reality show. Fiquei muito feliz por o ter conseguido. Mas sim, as pessoas no Love On Top ficaram a perceber que no poker é necessário inteligência, probabilidades e consistência para vencer.

PokerListings: Sentiste que de alguma forma foste prejudicado ou beneficiado por assumires que és um jogador de poker dentro da casa? Na relação com os outros concorrentes?

Cláudio Coelho: Senti sempre que fui beneficiado. Os concorrentes sabiam que eu era um jogador nato porque era um jogador de poker e que estava ali para jogar. Muitas vezes, algumas situações que aconteceram comigo poderiam parecer que não eram verdadeiras, que estava a jogar e os outros concorrentes intitulavam-me como jogador e ficavam na dúvida. Isso aconteceu na Casa dos Segredos 6, o que acabou por me fazer ter uma prestação mais fraca.

Já no Love On Top4 os outros concorrentes já me encaravam com outros olhos. Eu já encarei o jogo de uma forma diferente. Já fui o verdadeiro Cláudio. Jogador mas também a pensar nos outros e as coisas correram bem. A relação com os outros concorrentes por regra geral era positiva. Houve competitividade, como é normal nestes reality shows, tal como nas mesas de poker, mas tudo correu bem e a relação que trago cá para fora com a maior parte dos concorrentes é muito boa.

PokerListings: Sabemos que o teu maior foco é o poker ao vivo, mas qual a tua opinião sobre o poker online nacional actual? Achas que um mercado comum com Espanha, França e Itália seria uma boa solução?

Cláudio Coelho: Sinceramente não sou um “ás” no poker online. Não me dedico porque passo muito tempo a jogar torneios ao vivo, onde tiro muita informação dos outros jogadores e do field. Consigo tirar partido e vantagem disso. Nunca me debrucei muito no poker online, mas acho que um mercado aberto com esses países seria uma óptima ideia visto que em Portugal é um país muito pequeno para aquilo que os jogadores de poker querem. Acho que não devem existir limites no poker, um mercado aberto com França, Espanha e Itália seria bom não só para nós, mas também para os jogadores desses países. Esses países também iam ficar com um maior volume de jogadores e os prémios seriam muito mais apetecíveis e ia ser, sem dúvida, uma boa solução para colmatar a falta de criatividade das salas em Portugal. 

Please fill the required fields correctly!

Error saving comment!

You need to wait 3 minutes before posting another comment.

No Comments

Os Melhores Sites Onde Jogar
×

Sorry, this room is not available in your country.

Please try the best alternative which is available for your location:

Close and visit page